22 de mai de 2009

A dama e a vagabunda


u me apaixonei pelos contos de fadas ainda muito jovem. Tive muitas bonecas de pano e insistia em chamá-las de Elizabeth, ou Ella pra encurtar, que rimava com Cinderella. Por muitos anos insisti em ser Cinderella no Halloween, mas ela antes da transformação. Eu ia no quintal e sujava meu cabelo e rasgava um vestido de festa (eu pensava que seria mais autêntico se minhas roupas fossem maltrapilhas, assim como as roupas dela). Minha irmã mais velha teve também sua obsessão com contos de fadas, mas de uma forma diferente. Ela foi uma noiva por nada menos que seis Halloweens. Eu posso até estar exagerando, mas isso é assim a história ficou na minha memória. (...)

Kate Bernheimer

Texto adaptado do livro “Mirror, mirror on the wall: women writers explore their favorite fairy tales” editado por Kate Bernheimer – 2nd Anchor Books, 1998.

Um comentário:

  1. Da uma olhadinha na minha pagina do face... vc vai gostar!!!

    http://www.facebook.com/pages/Lendas-Urbanas/451220571580814?ref=hl


    vou tomar a liberdade e pega umas das suas lendas!!!! e vou deixar o link do seu site!!!

    ResponderExcluir